terça-feira, 31 de maio de 2011

Rotina No Poo – Parte 2 (silicones)

Dando continuidade ao post da Rotina No Poo / Low Poo, hoje falaremos sobre os silicones.
Abram suas mentes e aproveitem para mudar de atitude now. Por um cabelo mais saudável e feliz. lol

livro-curly-girl-de-lorraine-massey

Para a rotina No Poo funcionar adequadamente é importante eliminar o uso de silicones, pelo fato de que exigem um shampoo ainda mais detergente para serem eliminados, o que fatalmente provoca mais ressecamento.

Caso você resolva aderir ao co-wash (conforme falei no post 1), e usando silicones ao mesmo tempo, o cabelo fica armado, com cachos indefinidos e obviamente sobrecarregado de produtos.

Se tudo isso não bastasse, os silicones ainda dificultam a penetração dos produtos que tem a finalidade de hidratar, nutrir ou reconstruir os fios, ou sejaaaa, dinheiro e tempo jogados fora. #abafa Isso não é nada bom!!!

Então, vamos lá. Novamente preparei um resumão das informações que acho imprescindíveis sobre a rotina e que pesquisei em alguns sites onde aprendi mais sobre a técnica: Encaracoladas, Cabelos Cacheados e Naturally Curly.

XÔ SILICONE
 
Você sempre ouviu que o famoso reparador de pontas com silicone faz bem ao cabelo e forma uma película protetora, não é? Pois saiba que a função dos silicones é somente realizar uma “maquiagem” nos fios, e seus resíduos não são eliminados nem mesmo com xampu normal.

Para removê-lo, é preciso aplicar shampoo anti-resíduos, o que acaba por ressecar ainda mais os fios.
A solução sugerida é abolir o silicone, o que a longo prazo mantém as madeixas saudáveis. A oleosidade natural do couro cabeludo é que protegerá os fios, assim não será preciso recorrer aos reparadores de pontas.

Alguns tipos de silicone são solúveis em água, e são encontrados geralmente em cremes sem enxágue. Estes podem ser utilizados, já que serão removidos com a simples aplicação do condicionador ou do shampoo sem sulfato.

Abaixo segue a tabelinha dos silicones solúveis e insolúveis em água  e quais agentes são recomendados para retirada dos mesmos:
Nome do Silicone
Solúvel em água?
Agentes recomendados
Dimethicone
Não
SLS, SLES, cocamidopropyl betaine, cocobetaine, ALS, or ALES
Dimethiconol
Não
SLS, SLES, cocamidopropyl betaine, cocobetaine, ALS, or ALES
Phenyl Trimethicone
Não
SLS, SLES, cocamidopropyl betaine, cocobetaine, ALS, or ALES
Amodimethicone
Não
SLS, SLES, cocamidopropyl betaine, cocobetaine, ALS, or ALES
Cyclomethicone
Não
cocamidopropyl betaine, cocobetaine, other mild surfactants, or conditioner washing
PEG-modified dimethicone
Sim
cocamidopropyl betaine, cocobetaine, other mild surfactants, or conditioner washing
Dimethicone copolyol
Sim
cocamidopropyl betaine, cocobetaine, other mild surfactants, or conditioner washing
Fonte: Naturally Curly
A rotina No Poo também não recomenda o uso de produtos com óleo mineral, especialmente no condicionador que será usado para a lavagem dos fios. Isso porque o óleo mineral forma uma barreira na superfície da pele, bloqueando os poros e não deixando a pele respirar. A mesma recomendação vale para a parafina líquida ou sólida e o petrolato. Por isso, muita atenção ao verificar a composição no rótulo dos produtos.

Prefira produtos com óleos 100% vegetais, pois contém propriedades hidratantes e não danificam os fios. Esses óleos são encontrados em lojas de produtos naturais.
Dicas para estilização de cachos
  •  Escolha um gel sem álcool, que não contenha silicones e seja incolor para realçar o brilho natural;
  • Nunca escove ou penteie o seu cabelo seco;
  • Desembarace os cabelos somente enquanto ele está úmido com um pente de dentes largos, ou se possível apenas com os dedos;
  • Dê preferência a toalha de microfibra, papel toalha, canga velha ou camiseta velha. São ótimas opções para diminuir o atrito com os fios que acaba causando frizz;
  • Nunca esfregue a toalha no cabelo, gentilmente remova a água pressionando a toalha;
  • Aplique os produtos delicadamente, preferencialmente amassando;
  • Deixe secar ao natural sempre que possível, ou seque parcialmente com difusor e secador para evitar o frizz;
  • Não toque no cabelo enquanto ele seca;
  • Somente depois de seco dê uma sacudida na cabeça ou amasse os fios para retirar o aspecto “durinho” do gel. Mas, não exagere para não provocar frizz.
Dica:
Às vezes algum resíduo de gel, óleo, etc. pode não sair na lavagem com água e condicionador, podendo ocacionar que o cabelo fique armado. Frequentemente o cabelo pode parecer 'pesado', viscoso. Mas outras vezes ele pode parar de responder à rotina. Ele pode começar a criar nós facilmente e perder definição e brilho. Uma boa limpeza com shampoo sem sulfato vai refrescar e trazer o balanço de volta.
RECEITINHAS CASEIRAS

Spray de água destilada: para substituir os produtos à base de óleo mineral e silicone e reavivar os cachos.
Misture em um borrifador água destilada com um pouquinho de condicionador sem silicones, é claro. Pode ser usada quantas vezes precisar durante o dia. Usei muito quando praticava natação. Saía da piscina e borrifava nos fios para eliminar o cloro. Quando chegava em casa lavava com shampoo sem sulfato.

Tônico refrescante para cabelos secos:
Misturar 4 colheres de sopa de azeite de oliva ou óleo de amêndoas (vendido em lojas de produtos naturais, pois os de farmácia contêm óleo mineral na composição), 4 colheres de sopa de condicionador e 2 a 3 gotas de óleo essencial. Para cabelos curtos, a mistura rende 2 aplicações. Misturar bem e aplicar nos cabelos. Amasse os cachos e coloque clipes na raiz para levantá-la e separá-la. Pode ser deixado de um dia para o outro ou por várias horas. Depois basta enxaguar com uma mistura de condicionador e suco de limão.
Coquetel de banana: doa brilho e balanço para os cachos.
Bata no liquidificador 3 bananas bem maduras, 1 colher de chá de óleo de amêndoas e meia xícara de suco de cenoura. Passar no cabelo molhado, cobrir com toalha molhada e deixar agir por meia hora.
Hidratação com óleo vegetal: Misture 1 a 3 colheres de café de óleo vegetal ou azeite de oliva, 2 a 4 gotas de óleo de lavanda. Aplique no comprimento e pontas, cubra os cabelos com filme plástico e deixe agir por 30 minutos. Enxágue com suco de limão.
Aguardem, o próximo post sobre os produtos indicados, tudo para não ficar cansativo. ;)
Zilhões de bjs

segunda-feira, 30 de maio de 2011

Primeira semana de moda de esmaltes do mundo começa dia 8 de junho, em São Paulo


Acabei de tirar do parque gráfico...rsrsrs.
Fonte: Jornal Extra
É... Os esmaltes estão tão, tão, tão em evidência, que ganharam uma semana de moda todinha para eles. Isso mesmo, uma semana de moda com desfiles e tendências de esmaltes! A primeira Nails Fashion Week acontece agora no começo de junho, a partir do dia 8, na Villa dos Ipês, na Vila Leopoldina, São Paulo. Projeto de Juliana Lima, do site "Querido esmalte", carrega o peso e o prestígio de realizar o primeiro desfile de esmaltes do mundo.
Para você entender melhor, o evento acontecerá da seguinte forma: no lugar das modelos, apenas dedinhos entram e saem da minipassarela, mostrando as cores e acabamentos de esmaltes da vez.
Entre os desfiles confirmados, está a poderosa grife Givenchy, que mostrará todas as cores da marca disponíveis no Brasil, incluindo lançamentos e edições limitadas, os chamados “looks”. Serão apresentados os esmaltes dos looks Vintage, Naïvement e Acid, este último ainda inédito será a atração especial.
Monica Pereira, gerente de marketing da Givenchy, comenta a novidade:
- A categoria esmaltes é muito importante no segmento de maquiagem e procuramos trazer todas as novidades que a França desenvolve. Para a Givenchy é imprescindível estar presente em um evento que antecipa novidades e que trata este setor de uma forma diferenciada. Como as marcas de luxo sempre lançam tendências, é importante dar acesso em primeira mão para as nossas consumidoras do que é criado na Europa. Por essa razão, o Nail Fashion Week é uma grande oportunidade de divulgação e acesso as marcas estrangeiras e do segmento de luxo - afirma a executiva.
O desfile da Givenchy será no segundo dia do evento, dia 09/06, às 18h. Além deste, o projeto contará com desfiles diários e rodas de debates mediadas pelo consultor de moda e apresentador do “Esquadrão da moda”, Arlindo Grund, que receberá convidados especiais.
O Nails Fashion Week conta com as parcerias da Yande Realizações Artísticas e a Content House, agência especializada na criação e desenvolvimento de Branded Content.
Fonte: Jornal Extra.
E aí, gostaram?
Clientes Sky podem trocar seus pontos Viva Sky por ingressos. Aproveitem e depois me contem tudinhuuuu!!! Clique aqui.

sábado, 28 de maio de 2011

Papo Mulherzinha no Twitter e Facebook

Oieeeee,

Finalmente o Papo Mulherzinha está "twittezado"... hahaaaaiiiii.
O perfil é @mulherzinhapapo

Aproveitem para seguir também no Facebook, através do perfil www.facebook.com/papomulherzinha

Sempre que houver novidades, meus fiéis seguidores serão avisados tanto no Twitter, quanto no Facebook.

Então... o que estão esperando??? Vamos seguir minha gentcheeeee.

Bjuuuss

Bjuuus

Chega de sofrer para postar comentários!!!

Após algumas reclamações para postar comentários e tentativas de resolver o problema em vão, comecei a buscar alternativas e descobri o Intense Debate através das dicas para blogueiras postada pela Mandi do blog Testando Produtos Cosméticos.

Para facilitar mais ainda a vida de todas nós, segue o passo a passo para postar:

* Vocês podem comentar colocando o seu nome e e-mail (fiquem tranquilas, pois não será publicado), e se tiver blog pode também postar seu endereço. Escreva o comentário e clique em enviar;

* Caso queira que a sua foto (avatar) seja postada também, basta criar uma conta clicando no ícone azul do Intense Debate em “creat an accout”. Você será direcionada para a página do Intense Debate. Basta criar um login, seu e-mail e senha. Marque a opção “I want to create an account to comment” e clique no botão verde.
Depois verifique o seu e-mail, pois será enviado um pedido de confirmação do cadastro. Confirme a inscrição. Após se logar vá em “my account”, “picture” e escolha a imagem para fazer upload.
Esta opção é bacana, pois com esse cadastro você consegue comentar em qualquer blog ou site que utilize essa ferramenta.

Fiz três comentários com diferentes logins para que vocês possam ter uma ideia de como serão postados e a segurança de que o e-mail não aparece.

Caso ainda tenha dúvidas, a Mandi do Testando Produtos Cosméticos e a loiríssima Bia do Eu Vou de Rosa fizeram um post bem legal ensinando o passo a passo.

Então aproveitem a nova ferramenta. Usem e abusem dela, tanto para tirar dúvidas, dar sugestões, criticar ou trocar ideias entre si. Esse é um espaço totalmente democrático. *o*

Kisses my friends.

segunda-feira, 23 de maio de 2011

Mudança de endereço do Blog

É com grande prazer que venho comunicar a todas as minhas queridas e queridos seguidores que o endereço do blog mudou. *O*

A partir de agora o endereço é: www.papomulherzinha.com

Quando me perguntavam o endereço do blog, sentia o tormento para memorizarem o endereço, afinal http://papomulherzinhasite.blogspot.com era realmente um pouco complicado para memorizar... hehehe.

Visando facilitar a vida de todos, inclusive a minha ; P , busquei informações no Mundo Blogger para configurar o nome do site no Blogger.

Estou mega feliz!!!

Mas, como nem tudo são flores, estou testando a ferramenta de envio de e-mails das postagens para ver se está tudo certinho mesmo. Estando ok ou não aviso vocês.

Mega beijo em seus corações.

Rotina No Poo e Low Poo – Parte 1 (lavagem)

Se você é daquelas que sofre com os efeitos do shampoo e procura usar produtos que equilibrem seu couro cabeludo e tratem de verdade os seus fios, não pode deixar de ler esse post.

Vamos falar da técnica No Poo. Sei que para muitas isso não é novidade, mas sei que tem muuuuita gente que ainda não conhece.
 livro-curly-girl-de-lorraine-massey

Essa técnica é muito utilizada pelas americanas e foi amplamente  divulgado através do livro “Curly Girl”, escrito por Lorraine Massey. Apesar do público alvo do livro ser as cacheadas, as dicas servem para qualquer tipo de cabelo.

Infelizmente 99% dos shampoos atuais possuem o “maledito” sulfato de sódio, que vem logo no início das fórmulas. Para quem não sabe, a ordem dos ingredientes na composição dos produtos indica a maior ou menor quantidade. Exemplo: a maioria dos shampoos apresenta em primeiro a água (aqua/water), ou seja, está em maior quantidade que o restante dos ingredientes. Em segundo, o Sodium Laureth Sulfate e assim por diante. Até mesmo os shampoos sem sal tem esse componente na fórmula.
Os shampoos utilizados na rotina no poo não contém sulfato de sódio. Eles podem ser utilizados 1, 2 ou 3x por semana, dependendo do seu tipo de cabelo e da necessidade. O ideal é que você mesma perceba qual a melhor forma de cuidar. Nos outros dias podemos fazer co-wash, lavagem com condicionador. Isso mesmo, condicionador. Pode acreditar, funciona maravilhosamente bem. Esse método visa manter os cabelos hidratados e saudáveis, sem retirar a proteção natural dos fios que os shampoos comuns retiram.
Fiz um resumão com as informações que acho imprescindíveis sobre a rotina e que pesquisei em alguns sites onde aprendi mais sobre a técnica e gosto muito (Encaracoladas, Cabelos Cacheados e Naturally Curly).
Definição de No Poo e Low Poo
No Poo
Como o próprio nome já diz é a não utilização de shampoo, que acaba agredindo os fios com substâncias detergentes. Nesse caso, passamos a usar condicionadores livres de silicone e óleo mineral.
Quando for necessária uma limpeza mais profunda, pode ser usada uma solução de bicarbonato de sódio ou fermento químico (aquele usado em preparação de bolos), na proporção de uma colher de chá para um copo pequeno de água. A solução pode ser ajustada às necessidades do cabelo, não agride os fios e funciona como anti-resíduos.

Low-poo
É um método menos radical, indicado para quem não consegue eliminar totalmente o shampoo da sua rotina, vive em cidades quentes ou pratica exercícios físicos com regularidade, o que aumenta a oleosidade no couro cabeludo. Trata-se de reduzir o uso de shampoo, passando a ser aplicado uma vez por semana ou a cada 15 dias. Nos demais dias, usa-se o condicionador para lavar o cabelo, conforme descrito acima. Se houver necessidade, pode ser aplicada a solução de bicarbonato durante o intervalo.

Período de adaptação: os fios não ficaram do jeito que você queria logo na primeira semana da rotina? Não desista! Há um período de adaptação de algumas semanas para o couro cabeludo regular a produção de oleosidade e os fios se adaptarem à retirada do óleo mineral e dos silicones. Muitas pessoas que testaram o método a longo prazo sentiram uma melhora significativa na saúde dos fios.
No início quase desisti da rotina, pois o cabelo ficou indefinido. Com o tempo ele foi se acostumando e ficando muito mais saudável e reagia muito melhor aos tratamentos de hidratação e reconstrução que aplicava.
No Poo é para todos?
Uma das dúvidas que surgem ao se ouvir falar em No Poo é se qualquer pessoa pode fazer. É importante esclarecer que nem todos podem ou precisam parar de usar shampoo. O método é mais indicado para quem sofre com cabelos secos, não se adapta a nenhum tipo de shampoo, sente ressecamento e quebra acentuada dos fios durante e logo após a lavagem, ou ainda se tem cabelos cacheados ou crespos.
Mas o método deve ser testado com cautela, se você:
  • não gosta de molhar o cabelo com freqüência (é fundamental lavar os fios pelo menos a cada dois dias com condicionador livre de silicones e óleos minerais);
  • usa produtos químicos de transformação no cabelo (tintura, relaxamento, etc);
  • sofre de caspa ou oleosidade excessiva no cabelo ou couro cabeludo;
  • prefere cachos mais abertos (o método aumenta a definição dos cachos, tornando-os mais anelados).
Nestes casos, o No Poo/Low Poo pode não trazer o resultado desejado.
Caso perceba alguma reação indesejável, como excesso de oleosidade na raiz ou surgimento de caspa, volte a usar o shampoo com mais freqüência, pois provavelmente o método não é indicado para você. Mas, procure optar por shampoos com agentes limpantes que não causem tanta agressão aos fios.
Três dicas básicas do livro “Curly Girl”:
  1. A maioria dos shampoos comerciais contém agentes muito agressivos que desidratam o cabelo;
  2. O cabelo cacheado é mais poroso do que o liso, o que torna praticamente impossível remover todos os resíduos de shampoo e esse resíduo acaba causando frizz;
  3. A maioria dos condicionadores contém pouco detergente que juntamente com uma massagem são capazes de remover a poeira e resíduos de óleos do couro e do cabelo.
Para a rotina no poo funcionar é importante eliminar o uso de silicones, pelo fato de que esses exigem um shampoo ainda mais detergente para serem eliminados. Lavando com um condicionador enquanto se usa silicones o cabelo fica armado e ainda resulta em cachos indefinidos.
É muito importante escolher um bom condicionador para a rotina no poo, mas que também não seja excessivamente hidratante, ou o resultado não será exatamente a limpeza. O que você precisa procurar nos rótulos?
1.) Emolientes: deixam o cabelo macio, suave e dão brilho. Há centenas deles incluindo os naturais derivados de óleos vegetais. Os mais usados são glicerídeos e lipossomos.
2.) Proteínas: temporariamente reparam o cabelo e protegem. Às vezes, proteínas podem armar os cabelos, especialmente em cabelos saudáveis. Neste caso alterne com condicionadores sem proteínas. Exemplos de proteínas incluem seda, soja, trigo, queratina e aminoácidos.
3.) Umectantes: absorvem água hidratando o cabelo. São muito importantes para condicionar os cabelos cacheados. Pantenol, glicerina vegetal, sorbidol e mel são alguns umectantes para procurar nos rótulos. São hidratantes suaves e controlam os cachos. Aminoácidos e babosa (aloe vera) são ótimos hidratantes.
Como lavar com condicionador:
1) Depois de molhar o cabelo, coloque uma pequena quantidade de condicionador nas mãos e usando a ponta dos dedos aplique no couro cabeludo e massageie como se fosse um shampoo normal.
2) Repita até sentir todo o cabelo limpo.
3) Enxágue todo o cabelo com muita água morna e massageie gentilmente com a ponta dos dedos, pois a fricção ajuda a dissolver qualquer resíduo.
4) Coloque mais condicionador nas mãos (algumas vezes um condicionador mais potente é necessário), espalhe nas mãos e aplique no comprimento do cabelo.
5) Tente desembaraçar com os dedos ou com pentes de dentes bem largos.
6) Para hidratação extra, prenda seu cabelo e continue tomando banho, então quando você terminar deixe a água o mais fria possível e enxague os cabelos por um ou dois segundos. Amasse o cabelo retirando o excesso de água.
Esclarecimento: Às vezes algum resíduo de gel ou óleo pode não sair com a lavagem com água e condicionador e acabar deixando o cabelo armado. Frequentemente o cabelo pode parecer 'pesado', viscoso. Mas outras vezes ele pode parar de responder à rotina. Ele pode começar a criar nós facilmente e perder definição e brilho. Uma limpeza vai refrescar e trazer o balanço de volta.
Rotina para cabelos oleosos
A autora do livro considera que algumas pessoas podem ter de continuar usando shampoo (menos vezes que anteriormente) porque sofrem de oleosidade. Isto é mais comum nas pessoas com cabelo ondulado. Para evitar ressecamento do cabelo o livro sugere que se use shampoo desta forma:
  1. Molhe o cabelo
  2. Pegue uma colher de sopa de condicionador e usando seus dedos cubra seu cabelo da metade até a ponta. Esse cabelo está longe da raiz e é mais seco, por isso precisa mais lubrificação. O condicionador protege o cabelo não permitindo que o shampoo penetre e desidrate o cabelo.
  3. Se você está usando shampoo, use a metade de uma colher de sopa (não mais que isso) e aplique com a ponta dos dedos gentilmente apenas no couro e na raiz. Não use as unhas. Comece da frente e espalhe por toda a cabeça, depois enxágue.
  4. Adicione metade de uma colher de chá de condicionador no seu cabelo e massageie enluvando. Então enxágue rapidamente por apenas alguns segundos.
Receitinhas caseiras
Além da limpeza profunda com bicarbonato ou fermento, o livro aborda outras receitas caseiras valiosas para as adeptas do No Poo ou Low Poo:

Esfoliação com açúcar mascavo: uma outra forma de limpar profundamente o couro cabeludo é esfoliando-o, usando uma mistura de 1 colher de sopa de açúcar mascavo com 3 colheres de condicionador.

Limpeza com limão: misturar o suco de 1 limão à quantidade de condicionador que vai ser aplicada nos cabelos ao lavar. Segundo o livro, o limão é melhor do que qualquer xampu e ainda funciona como tônico.
Produtos que já testei e recomendo para lavagem
Infelizmente, os melhores shampoos da rotina No Poo são caros. Mas, se você levar em consideração que irá utilizar em uma frequência infinitamente menor, o custo X benefício acaba compensando. 
1º lugar – DevaCurl No Poo
Sem dúvida o melhor. Nem parece shampoo. Os fios ficam limpos e hidratados. Desagradável é o preço: em média entre R$ 45,00 e R$ 55,00. Prefiro importar ou comprar no site Beleza Store.
2º lugar – Waii Monoi
Bem parecido com o No Poo. Custa R$ 49,50. O único lugar que conheço para comprar é no site Imports Cosméticos.
3º lugar – Matrix Biolage Colorcaretherapie Delicate Care
Não senti hidratar como os indicados acima, mas também não ressecou. Comprei na Feelunique por R$ 25,00.
4º lugar – Schwarzkopf Professional BC Bonacure Colour Save Shampoo
A maioria das meninas sente que o cabelo fica embaraçado. Não percebo isso, talvez porque o meu cabelo é curto. Comprei na Feelunique por R$ 23,00.
5º lugar – Éh! Orgânico antioxidante
Ideal para as adeptas Low Poo. Custa aproximadamente R$ 16,00 e encontro facilmente nas farmácias Drogasmil, Farmalife e Venâncio.
Senti ressecar, mas usando em conjunto com o condicionador da mesma linha, o resultado foi excelente.
Existe uma lista de produtos frequentemente atualizada que ajuda muuuito a quem procura produtos liberados para a Rotina No Poo, mas não tem paciência para ler os rótulos...rs. Clique aqui.
Além disso, participo de um fórum para cabelos cacheados onde trocamos ideias sobre novos produtos e técnicas que auxiliem a rotina. É o Fórum Encaracoladas.
Qualquer dúvida, podem perguntar.
Zilhões de bjcs

sexta-feira, 20 de maio de 2011

PRO-TESTE - Alguns esmaltes podem provocar alergia e câncer

Meninas do meu Brasilllll,

Achei importante divulgar esse resultado da Pro Teste, pois muitas meninas são alérgicas a alguns componentes dos esmaltes e de repente estão comprando "alho, mas é bugalho". #triste

A Dêzinha, do blog Devas Brasil, já havia divulgado, mas hoje recebi o e-mail da minha querida prima Naiara e achei melhor postar para vocês. Entããããoooo, segue a matéria.  ;)



"Esmalte: alguns podem provocar alergia e câncer



Substâncias que podem ser prejudiciais à saúde foram encontradas na maioria dos produtos testados.

Comparamos a qualidade dos esmaltes, considerando a sua durabilidade, abrasividade, tempo de secagem e brilho. Entre as conclusões a que chegamos, destacamos três resultados: o melhor do teste (que também é uma das escolhas certas) é antialérgico, apesar de não divulgar em seu rótulo; uma das marcas que se diz antialérgica, na realidade, não é.

O grave, porém, é que alguns dos produtos mais vendidos do país contêm ingredientes que podem provocar não apenas alergias, mas também câncer.

Fórmulas com toluene em excesso

Em geral, os esmaltes trazem vários componentes que podem ser prejudiciais à saúde. Por isso, medimos a concentração dos mais prováveis de serem encontrados nesse tipo de produto – eencontramos altas concentrações na maioria dos produtos testados. As substâncias analisadas – cujos nomes apresentamos da maneira como aparecem no rótulo dos esmaltes – foramdibutyl phtalate (banido em cosméticos, inclusive esmaltes, em toda a Europa), nitrotoluene, toluene e furfural (compostos comprovadamente cancerígenos).

No caso do dibutyl phtalate e do nitrotoluene, não existem referências aos mesmos na legislação brasileira. Já toluene e furfural não possuem limites para uso em nossa legislação. Analisando pelas normas europeias, a quantidade máxima permitida de toluene é de 25% (250.000 mg/kg) e a de furfural, 360 mg/kg.

Os únicos produtos brasileiros que poderiam ser comercializados nos países europeus são os da Colorama e os hipoalergênicos da Risqué. Os produtos da Impala (inclusive os da linha hipoalergênica) contêm dibutylphtalate e toluene em concentrações muito altas e os produtos tradicionais da Risqué apresentam nitrotoluene e toluene em grandes quantidades. Por isso, esses produtos receberam uma avaliação ruim nesse item, o que prejudicou sua avaliação final."


Triste é ver o quanto as empresas ainda precisam evoluir nesse país, pois o respeito ao consumidor costuma ser colocado em último lugar.

Bjcs